Participei de mais uma coletânea da editora Planeta Azul, intitulada: Precisei Dizer Adeus – Coletânea de Contos de Romance, com a qual contribuí com o conto O Último “Beso” em Buenos Aires. A proposta da coleção é a de pensar e expressar o sentir do momento do adeus:

“A cada manhã que nasce, traz consigo um adeus do que deixamos para trás. Acenamos, da janela da vida, paisagens que passam rápidas, e, sem perceber, começamos todos os dias uma nova jornada, tendo como pano de fundo essas cinco letras, a-d-e-u-s , desenhadas. Mas há momentos em que nos deparamos, surpresos, com a inevitável hora de dizer adeus a algo, ou a alguém que nos permitiu sermos felizes por um longo tempo e que, de repente, temos que ter a coragem de reconhecer e aceitar que a paisagem agora é outra. Há adeuses e adeuses. Há aqueles que nos são impostos, sem que queiramos. E há aqueles que somos obrigados a decidir por darmos, seguindo por outros atalhos, por achar que o caminho florido, de então, agora nos fere com seus espinhos. Este costuma ser o mais difícil dos adeuses, porque, queiramos ou não, um adeus é para sempre, ou não será um adeus, e sim um até breve.”

 

De Buenos Aires tive que dizer muitas vezes adeus e guardar o desejo de que fosse até breve. Romper, ainda que temporariamente, os laços afetivos que havia construído e ao lembrar desses sentimentos foi que construí esse conto.

Para adquirir a coletânea como livro físico basta clicar aqui. Se preferir no formato e-book pela play.google pode clicar aqui.